Anderson Silveira de França

Mobirise

"Representação de um mito, preconceito e identidade em Lueji, o nascimento de um império."
A narrativa Lueji, o nascimento de um império, do escritor angolano Pepetela, é um romance histórico (LUCÁKS, 2011) com relevantes questões e tensionamentos políticos (PEPETELA, 2015), cujo enredo está estruturado basicamente em dois tempos que estão em constante diálogo: a Angola pré-colonial, império Lunda e a atualidade, século XX, em Luanda, onde se narra a história de duas mulheres negras, Lueji, uma rainha que vai à contramão das perspectivas patriarcais e Lu, uma bailarina que resgata o mito Lueji por meio de um bailado. No romance, é possível destacar aspectos da memória coletiva, da ancestralidade e do mito. Diante disso, este trabalho se proporá a discutir a representação da mulher negra onde a voz masculina é inflexível em um universo cuja cultura é guiada pelo sentimento patriarcalista e uma mulher, para ter espaço de fala (DALCASTAGNÈ, 2012), necessita de muita resistência para manter sua subjetividade diante dessa cultura patriarcal. Além disso, buscar-se-á analisar também a preservação do mito, por Lu, a busca das identidades de ambas personagens e a resistência que elas precisam ter, cujo preconceito contra a mulher é evidente. Por fim, é relevante pensar na obra de Pepetela, como são construídos os estereótipos em relação à mulher negra (KILOMBA, 2010) e a tensão entre um mundo ancestral e a modernidade. 

Anderson França é graduado em Letras com habilitação em português e inglês. Especialista em Literatura (2008) pela Universidade de Brasilia - UNB, Mestre em Literatura Brasileira Contemporânea pela UNB (2012). Foi professor da Universidade Paulista - UNIP (2007 a 2015) e do Centro Universitário Planalto - UNIPLAN (2018-2019). Leciona as disciplinas de Interpretação e Produção Textual (IPT), Língua Portuguesa, Oficina de Textos, Práticas Redacionais, Teoria Literária e disciplinas de literatura brasileira, Ciências Sociais dentre outras. Autor de um artigo sobre a mulher negra na obra Um defeito de cor, de Ana Maria Gonçalves (2011), bem como um capítulo de livro na obra: Almas de África no mundo, literaturas africanas e afrodiaspóricas em diálogo, Editores pontes (2019). Atuou também como corretor de redação (CEBRASPE-UNB; 2014-2019; palestrante e produtor de eventos culturais. Atualmente é pesquisador do grupo de pesquisa em literaturas africanas e afrodescendentes MAYOMBE na Universidade de Brasília - UNB.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/4696973073103949

Choose from the large selection of latest pre-made blocks - full-screen intro, bootstrap carousel, content slider, responsive image gallery with lightbox, parallax scrolling, video backgrounds, hamburger menu, sticky header and more.

Sites made with Mobirise are 100% mobile-friendly according the latest Google Test and Google loves those websites (officially)!

Mobirise themes are based on Bootstrap 3 and Bootstrap 4 - most powerful mobile first framework. Now, even if you're not code-savvy, you can be a part of an exciting growing bootstrap community.

Choose from the large selection of latest pre-made blocks - full-screen intro, bootstrap carousel, content slider, responsive image gallery with lightbox, parallax scrolling, video backgrounds, hamburger menu, sticky header and more.

© Copyright 2020 Mayombe - All Rights Reserved

Build your own site - Go now